Peripécias Divinas – IV

5 out

– Bem, e o que fazemos agora?
– Não sei… já pensou em jogarmos xadrez?
– De novo? Não cansou de perder?

Atena, a deusa do conhecimento, sabedoria e justiça, suspirou frustrada. Sabe, esse papo todo de ser deus, de viajar léguas e léguas em segundos era muito legal no começo. Mas depois ia ficando entediante – assim como essa história de ficar se metendo na vida dos mortais, influenciando guerras, se envolvendo com outros deuses…

– E então? Vai ou não?
– Tá, eu jogo com as brancas.

Apollo, o deus sol, se levantou contente da vida para pegar as peças de xadrez. Irmão por parte de pai de Atena, nunca entendeu as manias da irmã – essa coisa toda de se disfarçar entre os mortais, ficar sussurrando conselhos para os outros, e todos esses hábitos estranhos. Colocou as peças do seu jogo de xadrez divino à divina mesa, e falou:

– Comece.

E Atena move o cavalo, iniciando o fatídico cheque-mate. Pela bilionésima vez.

**********

Enquanto isso…. *fala aquela voz do além que só aparece nessa hora*

– A guerra está perdida! O que vamos fazer, Ulisses?!

Ulisses, orando para a sua idolatrada e sensata deusa, implora por uma sábia iluminação, para que assim ele possa guiar seus homens a uma vitoriosa empreitada.

– Ó, Atena, a mais sensata entre os deuses, filha do grandioso Zeus, ouça minhas preces, e ilumine com tua sapiência este pobre mortal que vos fala.

E em sua mente, soam as sábias palavras:

– O cavalo…. isso, o cavalo… as peças de madeira…

E então surgiu a idéia do cavalo de Tróia.

**********

– Hah! Cheque-mate! De novo, Apollo. E com um cavalo! Quando você vai desistir, hã?

Anúncios

2 Respostas to “Peripécias Divinas – IV”

  1. Maurício Linhares outubro 5, 2007 às 4:47 pm #

    AUhauhauhauhauhauhauhauhauahuah!

    Tudo bem que Apollo é um inútil, mas cheque mate com o cavalo é imoral, ele deve sofrer de memória aidética.

  2. Italo outubro 7, 2007 às 12:45 pm #

    Heauheuaheuahuehaue. Eu não lembrava desse. É inédito, né? Esse é o seu forte, vei, tem pra onde correr não. =]

    Dá uma corrigida em:

    “viajar léguas distâncias” – no 1º parágrafo e
    “-Começe” – logo após o 2º parágrafo

    ok?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: