A Queda – Parte V

30 jun

Parte 1: aqui.

Parte 2: aqui.

Parte 3: aqui.

Parte 4: aqui.

Don\'t you wish your girlfriend was \

Se não fossem as circunstâncias, a visão seria impressionante. A grande torre era completamente feita de metal – as paredes, o chão, as escadas. As altas e opressoras paredes incandescentes se mostravam praticamente intransponíveis. Estátuas de metal, das mais variadas temáticas, decoravam o lugar, que também trazia inscrições em baixo relevo, brilhando incandescentes.

Andaram até um lance de escadas que desciam em espiral, dando em outra porta de metal maciço, entalhada com motivos infernais. Imaginava a quantidade de magias de proteção que deveriam haver naquele lugar, desencorajando qualquer possibilidade de fuga. Desceram por vários andares, e na maioria deles Aila pôde reconhecer claramente algumas armadilhas mágicas. E se mesmo seus olhos destreinados puderam notar, quantas deveriam ter?.

– Nova serva?

A voz era grave e profunda, e a barda não deixou de sentir repulsa quando viu quem a emitia. Era também um demônio daquela espécie, embora possuísse asas das mais negras possíveis. Tinha braços e pernas fortes, e sua pele era repleta de cicatrizes – algumas tão antigas que se mostravam esbranquiçadas pelo tempo. Nos dedos brilhavam anéis vários, e um par de braceletes adornava os braços fortes. Ela caminhou sem cerimônias na direção da barda, que instintivamente recuou. A acompanhante assentiu em silêncio, afastando-se da jovem. A erynies de asas negras examinava a barda atentamente, olhando cada detalhe de sua anatomia.

– Esquálida e patética… venha comigo.

Desceram mais um lance de escadas, e Aila pôde finalmente vislumbrar o que imaginava ser o inferno em um só momento: pessoas acorrentadas às paredes, algumas gemendo sem forças, e outras sequer pareciam respirar. As paredes pareciam decoradas com atrocidades das mais diversas, embora a jovem não conseguisse desviar o olhar. Sendo puxada, a barda teve seus braços envoltos por algemas grossas e enferrujadas. A cada momento, a certeza de que percorria um caminho sem volta apunhalava seu coração.

Logo apareceram outras erynies, que a despiram sem a menor cerimônia. Os presos olhavam curiosos, enquanto outros agradeciam a algum deus por aquilo não estar acontecendo com eles. Vertiginosamente, Aila olhou por toda a sala, desejando alguém que pudesse ajudá-la. Cercada de criaturas que não conhecia e diante de um destino nefasto, se sentiu completamente sozinha. Baixinho, fez uma prece de perdão.

Sentiu-se sendo levantada, e escutou o barulho de correntes sendo movimentadas por um antigo sistema de roldanas. Completamente desnuda de corpo, sentia-se cada vez mais desprovida de espírito. Conforme subia, sentiu arranhões no pulso, causados pelas algemas, enquanto filetes de sangue escorriam por seus braços, fazendo um contraste irônico: sangue vermelho em carne branca. Fechou os olhos, até que ouviu as correntes pararem. Olhou para baixo, e não queria nem imaginar o que a aguardava.

Anúncios

5 Respostas to “A Queda – Parte V”

  1. Fernanda Eggers julho 3, 2008 às 4:44 pm #

    Eu não li ainda, vou tirar minha soneca de beleza antes.
    Respondendo comentários:
    1- Huehueheuheueh!!! Vc é má! xD
    2- Pois é, eu tbm! Mas bastavam 2 meses de curso, no meu caso. Seríamos coleguinhas em Computação! ^^ E lá as coisas funcionam feito um reloginho, chega fico besta!
    Bjos!

  2. Italo julho 4, 2008 às 2:26 am #

    OH NÃO!! Tentáculos Diabólicos da Intrusão Forçada. Noooooo! Pobre Aila…

  3. Fernanda Eggers julho 4, 2008 às 4:27 pm #

    =O
    Que cruel!

  4. Tsu julho 6, 2008 às 9:09 pm #

    uia, mudou a imagem do header!

    pow, muito legal o eirpg, conheci o Phil, a galera dos dados sujos, a Ana e o Tiago da Matilha, Ooze, e muitos outros

  5. Ratysu julho 21, 2008 às 2:43 pm #

    Ou você posta o 5 ou eu mato o gato!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: