Finding yourself out

19 jan

Keriann - hair

Descansar, mesmo que fosse em uma cabana simplória numa noite fria, era muito reconfortante. Keriann sentia as pernas cansadas da viagem, e os ferimentos causados pelo combate inusitado da noite. Deitada no saco de dormir, olhava para sua mão direita, encarando a cicatriz profunda deixada pela adaga de Leona. A seus pés, Summer fechava os olhos, como se compartilhasse a inquietação da arqueira.

Mas não era a luta o que lhe atormentava aquela noite – no final das contas, encontrar Gawden, o ancião do vilarejo, foi até providencial. E os sortilégios curativos que ele performara foram o bastante para aplacar a dor física. O que inquietava sua cabeça, impedindo-a de dormir, eram as palavras ferinas do bardo: “uma cadelinha sem pensamentos próprios que o obedecia sem hesitar”.

Por mais que a ideia a incomodasse, aquela foi a única verdade que Adrian proferira durante toda a noite. Keriann sempre escutava o que Lyon dizia, sempre seguia seus conselhos, e não hesitava em retesar o arco quando ele pedia. Soldados bem treinados muitas vezes desobedeciam a seus capitães, em prol de si mesmos. Mesmo animais de caça fugiam dos seus donos às vezes. E quanto a ela? Mesmo quando discordava das opiniões do guerreiro, ela o seguiu.

E agora, Keriann se perguntava o porquê. Qual o motivo? Mesmo quando ele abandonou a todos – perseguindo loucamente os captores de Aillah, que por coincidência triste do destino eram liderados por Leona, irmã de Lyon – mesmo assim, ela o seguiu, sem hesitar. E não era por conta de Profecia alguma. Na verdade, a arqueira já esquecera-se daquilo há muito. Era outra coisa, incondicional, espontânea e que ela não conseguia explicar nem a si mesma.

– Pela Dama… eu não acredito que eu amo este homem.

O choque da descoberta a deixou pasma por algum tempo, não poderia medir. Repassava em mente os momentos, as conversas nas noites de guarda, os treinamentos, o desabafo no castelo de Clampot. Olhou para Lyon, deitado no saco de dormir. Estaria dormindo? Deveria contar a ele?

Claro que não, que ideia. Lyon era casado, estava prestes a ter um filho, e apesar dos pesares, parecia gostar da esposa. Não seria certo. E seria correto abrir mão de seus próprios sentimentos? Ser obrigada a casar foi o que a fez fugir de casa. No entanto, correr o risco de destruir uma família prestes a se formar não parecia a melhor coisa a se fazer. Guardar suas inquietações seria nobre, certamente. Mas era o que desejava?

Virou para o outro lado, encarando a parede. Podia estar confundindo os sentimentos. Não era a primeira vez que isso acontecia. Podia ter sido levada a acreditar naquilo, graças às bravatas ácidas do bardo. “Uma cadelinha sem pensamentos próprios”. Suspirou fundo. Sejá lá o que fosse, era melhor guardar para si.

Levantou-se, impaciente. Não conseguiria dormir agora, apesar do cansaço. Sorrateira, andou para onde estava Lyon, o meio-elfo de cabelos loiros que causava sua insônia. Definitivamente estava dormindo. A respiração ritmada, o peito subindo e descendo cadenciado…

A arqueira se aproximou, sentindo o coração acelerar dentro do peito. Os curtos cabelos cacheados caíram para frente, e então ela parou, com medo de que o roçar das madeixas acordasse o guerreiro. Ficou naquela posição não sabe por quanto tempo, indecisa sobre o que fazer. Pareceu uma eternidade até que resolveu se levantar. Voltou para o seu saco de dormir, resignada. Não, não era a coisa certa a se fazer. Chacoalhou a cabeça, como sempre fazia quando queria esquecer alguma coisa, e fechou os olhos. Amanhã seria um dia longo.

Anúncios

9 Respostas to “Finding yourself out”

  1. Italo janeiro 19, 2009 às 1:39 am #

    Suas personagens já tem “complicações amorosas” hein? Lyon é um PJ?
    Massa é que ela é tão ingênua que nem tinha percebido o que sentia.
    Adorei o desenho, o cabelo dela tá muito true, parece aquelas modelos de embalagem de shampoo. xD

  2. Elisa janeiro 19, 2009 às 11:28 am #

    Isso está cada vez melhor. Um triângulo! Muito legal, mesmo. Estou louca para ver como os fatos vão se desenrrolar daqui para a frente. Cada dia que passa gosto mais dessa campanha. ^^

  3. cenildon janeiro 19, 2009 às 3:09 pm #

    Legal. Estou gostando também.
    Tenho um blog parecido com o seu, depois da uma passada lá. =]
    Abraços.

  4. Daniel R janeiro 19, 2009 às 8:30 pm #

    O cabelo tóinhónhióim de Keriann! =)

    Quero mais! Mais!

    (que gay)

  5. Rey Ooze janeiro 29, 2009 às 1:40 pm #

    te indiquei prum meme !
    YEEEEEEEEEEEY !
    http://www.ooze.com.br/2009/01/29/25-coisas-que-aprendi-com-rpg/

  6. Tsu janeiro 31, 2009 às 11:33 pm #

    Muito show esse desenho!

  7. Daniel R fevereiro 2, 2009 às 2:53 pm #

    Também te indiquei pro meme do Blog Maneiro, se vc pode trapacear eu também posso! XD

  8. Mike março 1, 2009 às 3:32 pm #

    Just passing by.Btw, your website have great content!

    _________________________________
    Making Money $150 An Hour

Trackbacks/Pingbacks

  1. Comentando a Vizinhança, Pt. 1 « Lobos de Ferro - fevereiro 21, 2009

    […] Finding Yourself Out  Um fragmento de história que a Allana escreveu. Sinceramente, não me senti compelido a ler dada […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: