Arquivo | novembro, 2009

Perfil de Personagem – Kate

23 nov

Projeto “Hunter High School” – Mais novidades depois. 🙂

Nome: Cateryn Beckett, usando o nome de Katherine Carter atualmente

Apelido: Kate é como prefere ser chamada

Idade: 18 anos no início da história

Data de Nascimento: 22/11/1990

Tipo Sangüíneo: O-

Signo: Sagitário

Gosta: nos últimos anos, adquiriu certo gosto pela leitura, principalmente de terror. Seus escritores preferidos são Stephen King, Edgar A. Poe (embora ela sofra um pouco para ler alguns dos poemas) e Anne Rice. Lê quadrinhos com certa freqüência, embora de maneira bem mais espaçada (o dinheiro ralo não permite; a maioria dos livros que leu foram emprestados de bibliotecas públicas). Treina kung-fu com seu mentor, Gregory, e embora seja iniciante, é dedicada. Gosta de conhecer pessoas e conversar com elas, desde que o assunto não seja ela mesma. Gosta também de ajudar os outros, seja apenas ouvindo seus problemas, ou fazendo algo mais – ocupar-se com os problemas de outros a faz esquecer-se dos seus.

Desgosta: recentemente, vem detestando a escola e tudo o que ela representa. Ser obrigada a freqüentar o colegial depois de anos afastada do ambiente escolar a faz lembrar de uma vida antes do incidente, uma vida que já não consegue mais ter. Não gosta de falar sobre si mesma – as pessoas sempre perguntam demais, e falar de si a faz relembrar que seus problemas existem. Fica extremamente incomodada quando vê alguém triste ou passando por dificuldades de algum modo; a noção de que coisas espreitam na escuridão a torna protetora em relação aos que, por algum motivo, não sabem do sobrenatural. De certo modo, ela os inveja – a perda de seus pais deixou marcas que vão além daquelas do seu braço.

Aparência: qualquer um diria que Kate parece uma atriz de filmes adolescentes, e não estaria mentindo. O corpo esculpido pelos constantes treinamentos de kung-fu, aliado a um rosto bonito e um sorriso que aprendeu a usar para convencer as pessoas contribuem para isso. Tem 1,70 m (sempre praticou esportes, mesmo durante o ginásio, quando era líder de torcida), 62 kg, cabelos castanhos e na altura das espáduas. Seus olhos são castanhos claros, e possui uma longa e profunda cicatriz no antebraço esquerdo.

Como se veste: no dia-a-dia prefere calças jeans, por serem resistentes e confortáveis, além de destacarem seu corpo quando é conveniente. Usa casacos e jaquetas quando está mais frio, por cima de camisetas e blusas de malha ou algodão.  Para sair em boates, prefere vestidos com um caimento mais leve, que não a impeçam de dançar. Não gosta muito de sapatos de salto, mas não vê problema em usá-los quando a ocasião pede – embora isso não tenha acontecido em alguns bons anos. Para uso diário, prefere tênis; para caçadas, tênis ou coturnos – o que estiver mais fácil de encontrar na hora de sair.  Quando está em casa, prefere usar roupas largas e folgadas. Kate sempre usa algum tipo de faixa no braço esquerdo para cobrir as cicatrizes que carrega.

Cores preferidas: vermelho, preto e azul escuro.

Prato Preferido: churrasco.

Personalidade: Kate é bastante sociável, e rapidamente costuma se enturmar em qualquer ambiente. Gosta de ajudar quem está ao seu alcance, por assim estar se preocupando com alguém. Entretanto, fica facilmente irritada quando vê ou passa por alguma situação que a incomode, e quando guarda rancores por muito tempo, costuma estourar sua raiva sem medir muito bem com quem ou a situação.

Histórico: Cateryn tinha 14 anos quando despertou para o fato de que havia monstros na escuridão. Era o natal de 2004. Morava numa cidade pequena do Texas com seus pais, e depois que todos os parentes foram embora, ela falava com o namorado no telefone. Ouviu um barulho pela casa e achando que era seus pais, foi colocar o telefone no lugar. Entretanto, viu que alguém entrou pela porta dos fundos e assustada, gritou. Seu gritou acordou seus pais que saíram do quarto e antes que pudesse fazer qualquer coisa, a criatura os atacou, matando-os. Encurralada, a garota foi salva por Gregory, que estava investigando os assassinatos que vinham sendo cometidos pela criatura. O estranho ser fugiu, deixando o antebraço esquerdo da jovem com as marcas de suas garras longas e pustulentas. Depois disso, Cateryn foi morar com os tios, mas além de não se sentir em casa, não se sentia segura. Tinha sonhos terríveis e incapaz de encarar a vida com a mesma postura de antes, procurou Gregory. Depois de convencê-lo a duras penas, fugiu de casa na noite anterior ao ano novo, e passou a viajar com ele. Indiretamente lidou com os mais diversos monstros sobrenaturais: Gregory nunca a deixou envolver-se diretamente em nenhum caso, mas ensinava “o suficiente para mantê-la segura”. Passou os quatro anos seguintes viajando por aí, lendo livros emprestados na biblioteca e estudando os assuntos equivalentes às séries que deveria estar freqüentando na escola. Em 2009, Gregory decidiu assentar-se numa cidade pequena, para que Cateryn pudesse terminar o colegial e se preparar para entrar numa faculdade. Ela não aceitou de bom grado, mas não vai jogar pela janela o esforço que seu “mentor” vem fazendo.